Wasny manda os dois projetos da “vergonha” para o arquivo

Wasny manda os dois projetos da “vergonha” para o arquivo

Os deputados distritais desistiram nesta terça-feira (25) dos projetos da “vergonha” que dificultam a cassação de parlamentares na CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal). Após reunião do Colégio de Líderes, nesta terça-feira (25), o presidente da Câmara Legislativa, deputado Wasny de Roure (PT), anunciou que os dois projetos de resolução que restringem as possibilidades de abertura de processo de cassação de mandato parlamentar (PR nº 81/2014 e PR nº 82/2014) não serão votados nesta legislatura.

A posição firme do presidente Wasny de Roure surgiu após repercussão negativa das propostas, que dão super poderes aos parlamentares e evitam que eles sejam cassados caso cometam ato de improbidade administrativa.

Um dos projetos estabelece que os deputados só podem ser cassados depois de sentença judicial transitada em julgado, sem possibilidade de recurso. A ideia foi aprovada em 1º turno na Casa na semana passada e, agora, deveria seguir para votação no plenário. Já o segundo projeto, que ainda está em fase de tramitação, impede que os cidadãos e as entidades da sociedade civil apresentem denúncias sobre infrações de parlamentares na CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal).

O deputado distrital Chico Vigilante (PT), esteve na reunião de líderes e pediu para que a matéria não fosse votada. Segundo ele, a ideia é protelar até a próxima legislatura e esperar que nenhum novo parlamentar peça seu retorno. Desta forma, a expectativa é que dentro de dois meses as propostas sejam definitivamente arquivadas.

— Se na próxima legislatura ninguém pedir [o retorno] em dois meses não vai ter como constituir um ‘jeitinho’, ela morre.

Mesmo sendo a favor das propostas, Chico Vigilante prefere o arquivamento dos projetos. Isso porque, para ele, ambos foram mal interpretados e mal divulgados.

— É uma decisão política, acabou. Deixa do jeito que está, na próxima legislatura vamos verificar se existe clima para discutir com seriedade o regimento interno.

Contrário às proposições, o deputado Joe Valle (PDT) elogiou a decisão. “Esses projetos representam um retrocesso e estão na contramão do que se espera da política no século XXI”, afirmou.

Já o deputado Prof. Israel Batista (PV) reconheceu ter mudado de posição após ouvir a opinião e os argumentos de seus eleitores. “Eu achava plausível igualar nossas regras às da Câmara dos Deputados e votei a favor do PR nº 81 no primeiro turno, mas não temo admitir minha mudança por ter dialogado com meus eleitores”, afirmou. Na opinião do parlamentar, os mecanismos de participação evoluíram e permitem uma interferência mais direta nos mandatos.

O deputado Chico Vigilante (PT) lamentou que o PR nº 82 não seja votado. “Vamos continuar enfrentando situações de elementos ‘fantasmas’, sem endereço e CPF apresentando representações. E ‘fantasma’ põe no papel o que quer”, criticou.

Debate – Para Arlete Sampaio (PT), os projetos causaram prejuízo para a Casa e deveriam ter sido debatidos por todos os deputados e pela sociedade antes de serem votados em plenário. “Mexer no Código de Ética deve envolver um amplo debate”, resumiu.

O deputado Chico Leite (PT) concordou: “O maior equívoco não foi o mérito – que já é problemático em si – mas a forma”, argumentou, sugerindo a criação de uma comissão para debater a revisão do Código de Ética com toda a sociedade civil.

Para Dr. Michel (PP), no entanto, as matérias devem ser “enterradas”. “Não tem que fazer comissão, tem colocar uma pá de cal em cima”, afirmou o distrital, que também mudou de opinião após a repercussão do eleitorado.

Arquivamento – Aprovado em primeiro turno, o PR nº 81/2014, que limita a abertura de processo por quebra de decoro apenas quando houver condenações transitadas em julgado, necessita de um requerimento assinado pela maioria absoluta de seus autores para ser retirado (artigo 136 do Regimento Interno). Já o PR nº 82/2014, que retira o direito de cidadãos protocolarem representações contra parlamentares, será arquivado na próxima legislatura, já que não chegou a ser apreciado por nenhuma comissão. Com informações do R7 e CLDF.

Visit Website

9h
Newton Trisotto (STJ) sobre Petrobras: nenhum outro país ‘vive tamanha roubalheira’ Eduardo Barretto, O Globo  O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Newton Trisotto, relator do julgamento que manteve preso homem apontado pela Polícia Federal (PF) como operador de Youssef no exterior nesta terça-feira, disse que a corrupção brasileira é “uma das maiores vergonhas da humanidade”. Já o ministro Felix Fischer cogitou que nenhum outro país viveu “tamanha roubalheira”. A
9h
Campanha de Dilma tem saldo de R$ 169 mil, e Aécio deve R$ 15 milhões Fernanda Krakovics e Maria Lima, O Globo  A campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff terminou com saldo de R$ 169 mil, de acordo com coordenadores do comitê eleitoral. Já o comando da campanha do tucano Aécio Neves (MG) informou que ficou com uma dívida de R$15 milhões. As prestações de contas dos dois candidatos foram protocoladas nesta terça-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE
9h
Fluminense deve sofrer desmanche no fim do ano   Mantendo a base nos últimos anos, o Fluminense deverá ter um elenco recheado de novidades para a próxima temporada. Isso porque, com as chances mínimas de se conquistar uma vaga na Copa Libertadores, o investimento para 2015 sofrerá uma forte redução. Além disso, a maior fonte de receita na busca por reforços e na manutenção dos salários mais altos do plantel deverá “secar”. Isso porque a Un
9h
Paolla Oliveira muda o visual para minissérie da Globo EGO, no Rio Paolla Oliveira mudou o visual. A atriz está ruiva e com os cabelos curtos para atuar na minissérie “Felizes para sempre”, que vai estrear em janeiro. Na verdade, Paolla não cortou os fios. O cabelo na foto é uma das 20 perucas que serão usadas por sua personagem na trama,  Dany Bond, uma prostituta lésbica. A história é escrita por Euclydes Marinho e tem direção de Fernando Meirel
9h
Luiza Possi fala sobre namoro: ‘Não estou em ponto morto’ Jonathan Pereira do EGO, em São Paulo Luiza Possi esteve na noite desta terça-feira, 25, na inauguração de uma nova loja da Rosa Chá, em Sao Paulo. A marca abre suas portas na badalada rua Oscar Freire, templo do consumo de endinheiradas paulistanas, e a cantora fez questão de marcar presença. Estilosa, com óculos Estilo geek, blusa com nozinho para deixar a cintura evidente e uma saia jea
9h
Joe Valle realiza seminário “Gestão e Governança das Regiões Administrativas do DF A Câmara Legislativa realizará nesta sexta-feira (28), às 8h30, na sala da Elegis, o seminário “Gestão e Governança das Regiões Administrativas do DF”. O evento será norteado por três eixos: Planejamento Estratégico Participativo, Participação Social e Gestão das Regiões Administrativas. Proposto pelo deputado Joe Valle (PDT), o seminário por objetivo dar continuidade ao debate iniciado na audiênc
End of feed
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s