Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos distribui R$ 100 mil

Projetos como o que discute, nas escolas, a violência contra a juventude negra, e outro, que debate a representação da mulher na mídia, estão entre os ganhadores do Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos, entregue hoje (24), em Brasília.

São dez premiados entre as quatro categorias e uma menção honrosa que vão dividir o valor de R$ 100 mil. O prêmio é bienal, e nesta edição foram cerca de 260 trabalhos inscritos de instituições públicas e privadas, de educação básica e superior, além de secretarias de educação e instituições do terceiro setor. O objetivo é incentivar, por meio da educação, a formação de uma cultura de defesa dos Direitos Humanos.

O prêmio é uma iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos e do Ministério da Educação, com apoio de organizações da área de educação e direitos humanos.

Um dos projetos premiados é o Dança Afro, em Belo Horizonte: contra o Genocídio da Juventude Negra – uma experiência educativa e inclusiva de jovens de vilas e favelas. O trabalho é desenvolvido por uma associação que atua em escolas e, a partir da dança afro, faz discussões sobre a valorização da cultura afro-brasileira e de temas como a violência, que atinge os jovens negros, a homofobia, questões de gênero e os desafios para a inclusão no mercado de trabalho.

“Percebemos, ao longo dos anos, que muitos desses jovens haviam sofrido violências, e isso tudo se reflete no corpo. São tímidos, calados, não verbalizam muito e a gente faz um trabalho corporal com as danças afro para isso. Usamos a dança como mote para discutirmos várias questões”, explica o coordenador do projeto, Evandro Passos.

Após décadas de atuação junto aos estudantes, o coordenador conta que, mesmo que os jovens não se interessem pela carreira artística, os ensinamentos aprendidos passam a permear a trajetória deles, que se tornam multiplicadores dos conceitos.

Após o anúncio dos vencedores, o ministro da Educação, Henrique Paim, destacou a importância do prêmio para a formação de valores e a importância dos professores no processo. “Sabemos que a educação tem papel fundamental para difundir os valores da cultura de paz, da diversidade, valores que trabalham contra a discriminação. Isso tudo tem que ser trabalhado na escola, e os professores têm papel fundamental nesse processo”, disse.

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Ideli Salvatti, ressaltou o resultado alcançado de trazer para as salas de aula a discussão sobre a temática. “Sou professora e tenho convicção que a defesa, promoção e valorização dos direitos humanos não se dá sem a participação do processo educativo”.

O vencedor na categoria Sociedade na Educação em Direitos Humanos foi um projeto que leva a cultura cigana para as salas de aula, no Distrito Federal. A iniciativa Kalinka – Ciganos na Minha Escola: uma História Invisível, faz um trabalho de orientação de docentes e gestores governamentais sobre a história, tradições e costumes do povo Romá no Brasil e no mundo. A intenção é fortalecer a diversidade étnica e cultural, por meio de estratégias didáticas. O projeto é executado pela Associação Internacional Maylê Sara Kali.

Entre os premiados estão ainda projetos ligados à educação para presidiários e a adoção de um ano temático para discutir assuntos relacionados aos 50 anos da ditadura militar no Brasil, entre outros. A lista completa com os premiados está na página www.educacaoemdireitoshumanos.sdh.gov.br da internet.

 

Editor Stênio Ribeiro

Visit Website

10h
MST diz que não vai deixar fazenda de senador e pede que área vire assentamento O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) informou hoje (24) que as famílias que ocupam,  desde o fim de agosto, parte de uma fazenda do grupo Agropecuária Santa Mônica, localizada em Corumbá de Goiás (GO), não deixarão o imóvel e solicitaram ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que a área se torne um assentamento. A fazenda pertence ao senador Eunício Oliveir
10h
Institutos federais ofertarão bolsas de pesquisa, inovação e intercâmbio Os institutos federais de educação, ciência e tecnologia estão autorizados a conceder bolsas de pesquisa, desenvolvimento, inovação e intercâmbio a estudantes, professores e pesquisadores externos ou de empresas. De acordo com o Ministério da Educação, as bolsas de intercâmbio devem ser concedidas no âmbito de programas e projetos institucionais que envolvam a troca de experiência ou o conhecimen
10h
Aumenta o número de crianças vítimas do tráfico, diz ONU O número de crianças vítimas de tráfico de pessoas aumentou 5% no período de 2010 a 2012, em relação ao período de 2007 a 2010, segundo o Relatório Global 2014 sobre Tráfico de Pessoas, divulgado nesta segunda-feira (24), em Viena, pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime. De acordo com o documento, os números mais recentes mostram que uma em cada grupo de três pessoas vítimas de tr
9h
Radioagência ganha Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo A Radioagência Nacional, veículo gerido pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), ganhou há pouco o Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo na categoria Radiojornalismo, com o especial “A América Latina e o Golpe de 1964 no Brasil”. A reportagem investiga os impactos do golpe nos países da América Latina e também as conexões existentes não só entre os regimes nos distintos países, mas também das resis
8h
Abramo defende definição de um teto para as doações eleitorais pelas empresas O estabelecimento de um valor máximo para a doação financeira de empresas a campanhas eleitorais foi defendida pelo cientista social Cláudio Abramo, diretor executivo da organização não governamental Transparência Brasil. Na avaliação dele, proibir as doações levaria apenas a uma redução da transparência, uma vez que os valores continuariam a ser arrecadados, mas como caixa dois. Abramo foi o pr
8h
Brasil vai enfrentar Colômbia, Peru e Venezuela na primeira fase da Copa América A Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) sorteou nesta segunda (24) os grupos da Copa América de 2015 que será disputada no Chile. A competição vai reunir todas as seleções sul-americanas e mais duas convidadas: o México e a Jamaica. O Brasil será o cabeça do grupo C que contará também com a Colômbia, Peru e Venezuela. Os brasileiros vão estrear contra o Peru no dia 14 de junho de 2015
7h
CMO aprova texto base de projeto que amplia abatimento no superávit Após três horas de debates acalorados, o governo reverteu as derrotas sofridas na semana passada e conseguiu aprovar hoje (24), em reunião extraordinária da Comissão Mista de Orçamento (CMO), o parecer do senador Romero Jucá favorável ao projeto de lei do governo (PLN 36/2014) que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em vigor para ampliar o abatimento da meta de superávit primário para
1h
Meninas de 12 e 13 anos têm até dezembro para receber a vacina contra o HPV Meninas na faixa etária de 12 e 13 anos têm até o fim do mês de dezembro para receber a vacina contra o HPV. A partir de 1º de janeiro de 2015, essa imunização só estará disponível na rede pública para meninas de 9 a 11 anos, e em 2016, só meninas de 9 anos terão acesso à vacina. Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, essa é a idade preconizada pela Organização Mundial da Saúde. Em 2014, a
32min
Comissão do Orçamento aprova projeto que amplia abatimento no superávit A Comissão Mista de Orçamento vota o projeto de lei do governo que altera a meta de resultado primário para este ano (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Após mais de quatro horas de debates acalorados, o governo reverteu as derrotas sofridas na semana passada e conseguiu aprovar ontem (24) à noite, na Comissão Mista de Orçamento (CMO), o parecer do sen
32min
Aneel define redução do preço máximo da energia no mercado de curto prazo A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) analisa hoje (25) o resultado da audiência pública sobre os novos limites para o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) de energia elétrica, que é usado no mercado de curto prazo. Os valores propostos são R$ 388,04 por megawatt-hora (MWh) para o PLD máximo, e R$ 30,26/MWh para o mínimo, a partir de janeiro do ano que vem. Em 2014, o PLD máximo foi f
2min
No Dia da Não Violência Contra a Mulher, ONU inicia ações de combate à opressão Movimento feminista comemora em 25 de novembro o Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher – Arquivo/Agência Brasil Uma em cada três mulheres no mundo já sofreu violência física ou sexual, cerca de 120 milhões de meninas já foram submetidas a sexo forçado e 133 milhões de mulheres e meninas sofreram mutilação genital, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Embora essas vio
End of feed
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s