Número de doadores de sangue regulares aumenta no Brasil

Número de doadores de sangue regulares aumenta no Brasil


A OMS preconiza que 5% da população de um país doem sangue regularmente (Gov/Ba)

O número de doadores de sangue fidelizados no Brasil – aqueles que doam com regularidade, aumentou, mas continua longe do ideal. O alerta é de especialistas neste Dia Nacional do Doador do Sangue, celebrado hoje (25).

Para o biólogo molecular da Fundação Pró-Sangue de São Paulo, Eduardo Levy, a melhora da instrução e mais informações podem explicar o aumento. “Cerca de 60% dos doadores aqui [Fundação Pró-Sangue] são doadores que vem de forma altruística e com regularidade. Mas em alguns países, como na Inglaterra esse percentual chega a 100%”, contou ele.

Por outro lado, o biólogo lamenta que a sociedade esteja cada vez mais individualista, sobretudo, os jovens e teme que os números voltem a cair. “Precisamos de campanhas e de educação nas escolas que combatam o egoísmo e ressaltem a importância de termos uma sociedade solidária. O sangue só vem de um ser humano, não existe sangue artificial e dependemos dos doadores”, completou o médico.

Leia mais:

Tire suas dúvidas sobre doação de sangue

Campanha nas redes sociais incentiva doações de sangue

O gerente médico da Associação Beneficente de Coleta de Sangue (Colsan), Fábio Lino, lamentou que o mais comum entre os brasileiros ainda seja a doação a parentes e conhecidos em situações de emergência. “A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza que 5% da população de um país doem sangue regularmente para manter os estoques de sangue dos hemocentros. No Brasil esse percentual está entre 2% a 2,5%”, disse ele. “As campanhas ajudam pontualmente, mas falta conscientização. Falta essa cultura de perder um dia da vida para tentar ajudar o próximo doando sangue.”

O diretor da Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH), hematologista Dante Langhi Jr, compartilha da opinião dos colegas. Ele deu o exemplo do trabalho de conscientização com os doadores específicos, como os de plaqueta. “Como esse doador é contatado muitas vezes pelos serviços e a conscientização é mais efetiva, vimos um aumento desse número de doadores nos últimos anos”, comentou.

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.

Os especialistas também elogiaram o uso do teste de ácido nucleico (Teste NAT) no sistema de saúde público que aumenta a segurança das transfusões de sangue. A utilização do NAT nos bancos de sangue tornou-se obrigatória há um ano no país. Ele é o único capaz de detectar a presença do vírus do HIV, da Hepatite C e da Hepatite B no organismo entre o dia da contaminação por vírus e o momento de sua manifestação no organismo (janela imunológica).

Para Lino o Teste NAT foi uma das ferramentas mais importantes de controle do sangue nos últimos tempos. “O número de doações em janela imunológica é muito pequeno, mas ainda assim pode acabar infectando um paciente”, comentou.

Levy acredita que embora a incorporação do teste NAT seja de extrema importância para fortalecer segurança do sangue, é necessário mais tempo para mensurar sua utilidade no país.

“Ter um doador em janela imunológica é raro, estamos falando de índices de uma a cada 100 mil doações. Alguns bancos de sangue no país vão demorar uns cinco anos para ter 100 mil doações”, explicou ele.

Langhi Jr. comentou que em vários países desenvolvidos o NAT já é utilizado há muitos anos e sua eficácia comprovada por vários estudos. “É sem dúvida nenhuma um grande ganho a obrigatoriedade dos testes NAT. As vantagens que esse teste oferece já são conhecidas na literatura médica específica”.

O NAT é desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-manguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz. (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde.

Edição: Denise Griesinger

Visit Website

42min
Polícia do Rio faz operação para prender acusados de violência contra a mulher Policiais civis do Rio de Janeiro fazem hoje (25) uma operação para cumprir mandados de prisão contra acusados de violência doméstica e sexual nas próprias companheiras. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, até as 8h de hoje, 12 homens tinham sido presos em todo o estado. Leia mais notícias: No Dia da Não Violência Contra a Mulher, ONU inicia ações de combate à opressão A o
42min
O que é o Laid-back breastfeeding? Posição facilita a pega correta (Mariana Martins/Creative Commons) Laid-back breastfeeding é um “novo” jeito de amamentar, mais natural e descontraído. A expressão inglesa laid-back significa, na língua portuguesa, devagar, relaxado, calmo, sem pressa. Em uma tradução literal, laid-back breastfeeding seria amamentação descontraída, tranquila. Essa técnica, ou seja, esse jeito de amamentar
12min
Vendas de materiais de construção registrou queda de 8,9%,mostra Abramat Venda de materiais de construção registrou queda de 8,9%,mostra Abramat Antonio Cruz/Agência Brasil A venda de materiais de construção no país registrou queda de 8,9% em outubro, na comparação com o mesmo período do ano passado, mostra levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Em relação a setembro, houve crescimento de 0,1%. O resultado do acumulado
12min
Inflação medida pelo IPC-S avança em quatro capitais A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) entre a segunda e a terceira semanas de novembro. A maior alta foi registrada no Rio de Janeiro: 0,24 ponto percentual, ao passar de 0,51% para 0,75% no período. Leia mais notícias sobre Economia Outras três cidades com alta na taxa foram Salva
End of feed
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s