A força simbólica no ato com Dilma e Lula na PUC de São Paulo

A força simbólica no ato com Dilma e Lula na PUC de São Paulo

por Rodrigo Vianna*
Desde a campanha de 89 que não se via um ato político com tamanha carga de emoção em São Paulo. Os paulistas que votam no PT (e também aqueles que, apesar de não gostarem tanto do PT, resolveram reagir à onda de ódio e conservadorismo que tomou conta das ruas) foram nesta segunda-feira/20 de outubro para o TUCA – histórico teatro da PUC-SP, no bairro de Perdizes.
O TUCA tem um caráter simbólico. E o PT, há tempos, se descuidara das batalhas simbólicas. O TUCA foi palco de manifestações contra a ditadura, foi palco de atos em defesa dos Direitos Humanos. Portanto, se há um lugar onde os paulistas podem se reunir pra dizer “Basta” à onda conservadora, este lugar é o teatro da PUC.
O PT previa um ato pra 500 ou 800 pessoas, em que Dilma receberia apoio de intelectuais e artistas. Aconteceu algo incrível: apareceu tanta gente, que o auditório ficou lotado e se improvisou um comício do lado de fora – que fechou a rua Monte Alegre.
Em frente ao belo prédio, com suas arcadas históricas, misturavam-se duas ou três gerações: antigos militantes com bandeiras vermelhas,  jovens indignados com o tom autoritário e cheio de ódio da campanha tucana, e também o pessoal de 40 ou 50 anos – que lembra bem o que foi a campanha de 89.
No telão, a turma que estava do lado de fora conseguiu acompanhar o ato que rolava lá dentro. Um ato amplo, com gente do PT, do PSOL, PCdoB, PSB, além de intelectuais e artistas que estão acima de filiações partidárias (como o escritor Raduan Nassar), e até ex-tucanos (Bresser Pereira).
Bresser, aliás, fez um discurso firme, deixando claro que o centro da disputa não é (nunca foi!) corrupção, mas o embate entre ricos e pobres. “Precisou do Bresser, um ex-tucano, pra trazer a luta de classes de volta à campanha petista” – brincou um amigo jornalista.
Gilberto Maringoni, que foi candidato a governador pelo PSOL em São Paulo, mostrou que o partido amadurece e tende a ganhar cada vez mais espaço com uma postura crítica – mas não suicida. Maringoni ironizou o discurso da “alternância de poder” feito pelo PSDB e pela elite conservadora: “Somos favoráveis à alternância de poder. Eles governaram quinhentos anos. Nos próximos quinhentos, portanto, governaremos nós”.
O “nós” a que se refere Maringoni não é o PSOL, nem o PT. Mas o povo – organizado em partidos de esquerda, em sindicatos, e também em novos coletivos que trazem a juventude da periferia para a disputa.
Logo, chegaram Dilma e Lula (que vinham de outro ato emocionante e carregado de apelo simbólico – na periferia da zona leste paulistana). Brinquei com um amigo: “bem que a Dilma agora podia aparecer nesse balcão do TUCA, virado pro lado de fora onde está o povo…”. O amigo respondeu: “seria bonito, ia parecer  Dom Pedro no dia do Fico”. Muita gente pensou a mesma coisa, e começaram os gritos: “Dilma na janela!” (…)
CLIQUE AQUI  para continuar lendo*(via Escrevinhador)

Visit Website

8h
42
Nutricionistas com Dilma 13 Nutricionistas e estudantes de Nutrição com Dilma, por um Brasil sem Fome, com mais Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional. Assine aqui e divulgue.  
8h
200+
Falta de tratamento para ebola gera quebra-quebra em Serra Leoa Jovens se revoltaram quando uma equipe médica foi tirar uma senhora de sua casa por ela estar com suspeita de ebola; a polícia interveio e lançou um toque de recolher.
8h
Tucanos foram os que mais receberam propina na petrobrás diz auxiliar de Youssef Um auxiliar do doleiro Alberto Youssef disse em depoimento à Justiça federal nesta segunda-feira (20) que outros parlamentares do PSDB receberam propina do esquema além do senador Sérgio Guerra, morto em março deste ano.A informação é do advogado Haroldo Nater, que defende o empresário Leonardo Meirelles, acusado de ter feito remessas ilegais para o doleiro.Meirelles não foi autorizado pelo juiz S
9h
1K
Tucanos partem para Sierra Maestra CUBA – Logo após a divulgação da pesquisa em que Dilma aparece numericamente à frente de Aécio, centenas de guerrilheiros liberais partiram para as montanhas cubanas. “Vamos cortar o mal pela raiz”, cantou o soldado Lobão, disfarçado de artista. “Não dá para controlar, não dá. Não dá pra planejar. Eu ligo o rádio e blá, blá, blá, blá, blá, blá comunismo”, desabafou.
9h
23
Mensagem falsa fala de alerta da Defesa Civil sobre temporal esta semana Boatos.org Boato – Defesa Civil está em alerta para temporal com ventos que podem passar de 85 Km/h. Esse texto foi enviado pelo leitor (e amigo) Luiz Cláudio Ferreira e o texto é da Agência UniCEUB. Se você também quiser enviar material colaborativo, entre em contato com a gente pelo site ou Facebook.   Circulou nas redes sociais e […] The post Mensagem falsa fala de alerta da Defesa Civil sob
9h
Falta de água em SP: racionamento é a marca do PSDB Perguntar não ofende: por que será que somente agora, passado o primeiro turno e o tucano, Geraldo Alckmin, ter sido reeleito, que a grande imprensa começou a cobrir a a maior crise de abastecimento de água da história de São Paulo? A resposta é óbvia. Eles tem lado, isso é cristalino. Fosse Fernando Haddad o […]
9h
8
Pato Fu lança ‘Não pare pra pensar’, o primeiro CD de inéditas desde 2007 ♪ Sem lançar repertório novo há sete anos, o grupo mineiro Pato Fu vai lançar em 4 de novembro de 2014 seu primeiro álbum de inéditas desde Daqui pro futuro (Rotomusic, 2007). Gravado desde maio, o CD se chama Não pare pra pensar é o primeiro do disco do grupo com o baterista Glauco – egresso da banda mineira Tianastácia – no posto do qual Xande abriu mão para cuidar de projetos pessoais. O Pato F
End of feed

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s