EVS NOTÍCIAS.

Alguien se está poniendo nervioso por la caída del precio del petróleo

Alguien se está poniendo nervioso por la caída del precio del petróleo

petroleo

El descenso del precio del petróleo es un hecho, y uno muy preocupante a corto plazo para algunos de los países que aparecen en este gráfico. Se trata de una estimación, por tanto sujeta a errores e interpretaciones. Países como Arabia Saudí cuentan con amplias reservas que le permiten superar con facilidad descensos del precio que se prolonguen durante bastante tiempo. Otros, como Rusia y Venezuela, sufren problemas económicos más urgentes y lo tendrán más difícil para equilibrar sus presupuestos. En el caso de Irak y Libia, con crisis tan extremas que casi podrían ser considerados estados fallidos, las repercusiones son imprevisibles.

El descenso del precio sólo puede tener una explicación: la oferta supera a la demanda. La alternativa obvia consistiría en reducir la producción, y en algunas épocas eso le ha resultado condenadamente difícil a la OPEP. Y ya no estamos en los años 70 y 80. La OPEP no controla tanta producción como entonces. Pero tiene que intentarlo. También como es habitual en la organización, los intereses de sus miembros no siempre coinciden.

oil

Venezuela ha solicitado una reunión extraordinaria, pero Kuwait y Argelia no están nada convencidos. Arabia Saudí, Irak e Irán están ofreciendo descuentos en algunas de sus ventas a países asiáticos, y es poco probable que cambien de política a corto plazo. Irán ya ha dicho que ve pocas posibilidades de una reunión de la OPEP antes de finales de noviembre cuando está prevista la próxima cita.

Hay algunos ministros de Hacienda que están haciendo cuentas rápidamente. El presupuesto que tenían sobre la mesa ya no les sirve de mucho.

O que está em Jogo? (XI)

O que está em Jogo? (XI)

aecio salario

Por Saile Rodrigues

“Quando a voz de um inimigo acusa, o silêncio de um amigo condena.”

Ana da Áustria

O cenário do segundo turno está confirmado, de acordo com o previsto. O quadro de disputa é adverso, marcado pela exploração política da corrupção na Petrobras, pelo apoio unânime do Partido do Oligopólio da Mídia, engajado numa campanha sistemática e sem trégua, e pela difusão do ódio contra o PT e contra seus eleitores.

A corrupção no alto escalão da Petrobras é fato, cuja constatação e apuração só é possível graças a autonomia com que agem a Polícia Federal e o Ministério Público no governo de Lula e Dilma, que tem identificado este e muitos outros casos. Assim, as declarações feitas sob encomenda para a imprensa, em audiência aberta, fora do sigilo em que a apuração da Operação Lava a Jato, logo após segundo turno, não é apenas estranha, por basear-se em ilações do que supostamente ouviu na empresa o meliante confesso, mas, pela confessa declaração do magistrado: “contra a Administração Pública a transparência nos processos e investigações é a única forma de garantir o controle da população sobre a gestão da coisa pública e sobre a ‘integridade da Justiça.”

Como se pode constatar, com essa singela declaração, o cioso e desinteressado juiz paranaense (de um Estado, assim por acaso, governado pelo PSDB), parece ignorar porque o enunciado apelo ao controle da população não se aplica ao processo da que correr em segredo de justiça, por ele mesmo conduzido, quando o objeto é absolutamente o mesmo e envolvendo os mesmo personagens, incluindo os mesmos supostos corruptos e corruptores.

Ora, como não há qualquer ameaça ao processo de apuração e instrução processual, que poderia continuar protegido pelo segredo de justiça, inclusive para maior liberdade do magistrado na formação do seu juízo, caso este já não estivesse comprometido e engajado, as declarações só provam uma coisa, para além das acusações sem provas: o ilimitado poder de corrupção da organização criminosa PSDB sobre membros suscetíveis do judiciário, da polícia de federal e do ministério público.

Se eles já o fizeram no passado, quando eram governo, se continuam a fazer, estando na oposição, a questão que se impõe é: o que farão com a independência desses poderes se reassumirem o governo federal? Para os que acham exagero, basta lembrar do que fez o governo demotukano no DF, quando até dinheiro foi encontrado enterrado no quintal de Déborah Guerner, vice-produradora do DF, que junto com procurador Leonardo Bandarra, são protegidos de Gilmar Mendes para continuar recebendo seus salários, outro juiz jamais envolvido com os tucanos.

Há ainda o caso em que a justiça Suíça desistiu da investigação do escândalo do metrô, em São Paulo, por falta de apoio do Ministério Público Federal, neste estado também, por acaso, governado pelo PSDB. Rodrigo de Grandis, o procurador alegou uma “falha administrativa” para o pedido da justiça Suíça ter sido arquivado em pasta errada. Muito conveniente. Eis, pois, o que está em jogo: não apenas uma eleição, mais a autonomia das instituições da República.

Professores de Direito da PUC-SP e USP votam Dilma 13

Professores de Direito da PUC-SP e USP votam Dilma 13

Professores de Direito da PUC-SP e USP votam Dilma 13

sp_groupon

Vários professores da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e da Universidade de São Paulo (Largo de São Francisco) declararam voto pela reeleição da presidenta Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, no segundo turno das eleições presidenciais de 2014. Junto com vários outros advogados, membros do Ministério Público, professores, bachareis e estudantes de…

View On WordPress

Fernando Meirelles e sócio desfazem parceria por divergências políticas

Fernando Meirelles e sócio desfazem parceria por divergências políticas

fernando meirelles césar charlone
Fernando Meirelles (esq.) e César Charlone fizeram parcerias de grande sucesso no cinema (Edição: Pragmatismo Político)

Eles fizeram história ao serem indicados nas categorias principais do Oscar por ´Cidade de Deus` (2002), filme brasileiro que disputou quatro estatuetas em 2004. Enquanto Fernando Meirelles concorreu como diretor, César Charlone foi indicado pela fotografia do longa.

Dez anos depois, o cineasta brasileiro e o fotógrafo uruguaio radicado no Brasil decidiram seguir caminhos profissionais diferentes. Desde março, Charlone, que também é diretor, deixou a 02, produtora de Meirelles. Ele definiu a saída como ´um divórcio ideológico amigável`.

As diferenças ficaram evidentes nestas eleições. Enquanto Meirelles se engajou na campanha de Marina Silva e se coloca como anti-PT, Charlone defende a reeleição de Dilma Rousseff.

Charlone diz que o que mais incomoda e chama a atenção é “Esse ódio contra o PT, uma coisa que eu nunca tinha visto no Brasil”. É pior do que no tempo da ditadura. A turma que me rodeava não gostava dos militares. Mas não era essa coisa de ‘Dilma nojenta’, esse ódio contra o PT.” Ele afirma ainda que um dos incômodos que tinha na O2 era o de achar que Meirelles ajudava a alimentar o “ódio reinante” ao postar mensagens na rede interna da produtora, lida “por jovens que o respeitam”, com boatos não confirmados sobre o ex-presidente Lula.

As diferenças entre os dois surgiram muito antes do período eleitoral. Um dos pontos: o Bolsa Família. “Eu contei para o Fernando que estou pesquisando para fazer alguma coisa sobre o resultado do programa. E ele começou a meio que me encorajar para mostrar o Bolsa Família como um recinto, um albergue de parasitas. Essa visão mais neoliberal, não sei.”

Tive a felicidade de ir agora ao Nordeste. É um outro país”, diz o uruguaio, que vive há mais de quatro décadas no Brasil. “Falei com um taxista orgulhoso de ver os filhos estudando e dessa coisa bonita de inserção social que vivemos.” Para ele, discussões sobre o Bolsa Família desaguam em “ódio de classe, insultos, uma coisa lamentavelmente muito mal informada e com pouca referência”.

Charlone teme o acirramento de posições. ´O que me incomoda é esse ódio contra o PT. Uma coisa que nunca tinha visto no Brasil, nem na ditadura. Xingar a Dilma de nojenta. É um ódio de classe que surgiu das sombras.”

informações da coluna de Mônica Bérgamo, Folha de S.Paulo

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

O post Fernando Meirelles e sócio desfazem parceria por divergências políticas apareceu primeiro em Pragmatismo Político.

JUSTIÇA BARRA CAMPANHA ELEITORAL SUJA PRATICADA PELA REVISTECA VEJA

JUSTIÇA BARRA CAMPANHA ELEITORAL SUJA PRATICADA PELA REVISTECA VEJA

APOIO ILEGAL E ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA COM A CANDIDATURA DE AÉCIO NEVES
 
A REVISTA VEJA É UMA VERGONHA ! – E nosso blog pode afirmar isso, visto que, a conduta aqui assumida é crítica a AÉCIO NEVES e ao PSDB, mas nunca extrapolamos o limite da responsabilidade e do respeito à LEI. Existem na INTERNET dezenas de vídeos, fotos e páginas, que ligam Aécio Neves ao consumo e tráfico de drogas, que o acusam de bater em mulher. Nunca reproduzimos aqui esse material. COMBATO AÉCIO, TENHO LADO, mas nunca me permitirei descambar para a apelação e ilegalidade, como faz a REVISTECA e um CANAL no YOUTUBE, em relação à presidenta DILMA.
TSE suspende propaganda da Veja contra Dilma
Vídeo calunioso e difamatório publicado no youtube também deve ser retirado do ar
Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a suspensão imediata, em decisão liminar proferida neste domingo (12), de duas propagandas irregulares veiculadas contra a presidenta Dilma Rousseff, veiculadas no rádio, pela revista Veja e na internet, por um grupo identificado como “Ficha Social”.
A editora Abril, responsável pela Veja, produziu material para o rádio. Mas, o que deveria ser um comercial da própria revista, era uma propaganda com ofensas à candidata do PT e elogios ao candidato do PSDB, Aécio Neves. A ação é vedada pela legislação eleitoral.
Essa não é primeira vez que a revista pratica esse tipo de conduta ilegal. Nas eleições de 2006, a Veja contratou outdoors para divulgar a capa da revista favorável ao então candidato à presidência Geraldo Alckmin (PSDB). Na época, a justiça também determinou a retirada da publicidade.
Na mesma ação movida contra a Veja e a coligação de Aécio, a defesa da presidenta Dilma pede que seja estipulada multa diária caso o material continue a ser veiculado e a apresentação dos comprovantes da compra do espaço no rádio, que informem o tempo em que a propaganda ilícita foi ao ar. A ação poderá resultar na perda de tempo da propagada eleitoral do candidato tucano no tempo correspondente ao dobro do que foi ao ar de forma ilegal. Os pedidos serão julgados pelo plenário do TSE nos próximos dias.
O relator, ministro Admar Gonzaga, confirmou que a propaganda infringiu a lei e ressaltou que a revista é livre para expor sua opinião, sabidamente partidária, mas que a veiculação do material em rádio extrapolou a função do veículo de informar e passou a caracterizar propaganda eleitoral paga. “Essa chamada que deveria destinar-se à venda de um produto, desbordou para o debate político-eleitoral, em período crítico e por veículo impróprio”, fundamentou o ministro em sua decisão.
Youtube – Outra propaganda irregular contra a candidata do PT foi suspensa por liminar, neste domingo. Também relator do caso, o ministro Admar Gonzaga, determinou que o Google retire do ar vídeo considerado por ele como “ofensivo, calunioso e difamatório” contra a presidenta Dilma, publicado no canal “Ficha Social”, no Youtube.
Em sua decisão, o ministro afirmou que o vídeo viola a lei por conter viés agressivo e apresentar uma imagem distorcida da candidata. Segundo ele, o material agride a honra de Dilma, “sendo nítido o abuso no exercício do direito de crítica”.
Admar ressaltou ainda que a demora em retirar o vídeo do ar pode agravar os danos à imagem da presidenta e comprometer o equilíbrio do processo eleitoral. “É fácil notar que o vídeo se utiliza de expressões grosseiras, além de injuriosas, difamatórias e caluniosas, que ofendem diretamente a honra da candidata, com consequências perniciosas no equilíbrio da disputa e na própria lisura do certame que avizinha”, justificou.
Por Flávia Umpierre, da Agência PT de Notícias

Beatriz Cerqueira: Em Minas Gerais, Aécio transformou aluno em “consumidor” de educação

Beatriz Cerqueira: Em Minas Gerais, Aécio transformou aluno em “consumidor” de educação

beatrizcerqueira

Educação e meritocracia

por Beatriz Cerqueira*, especial para o Viomundo

No momento em que comemoramos o dia do professor estamos em pleno debate eleitoral. E um dos candidatos apresenta a meritocracia como alternativa para o sucesso da educação.

Mesmo com estudos realizados nos Estados Unidos demonstrando a ineficácia do sistema de bonificação, por aqui insistem nesta proposta.

Em Minas Gerais foi a política do choque de gestão, implantada a partir de 2003, que instituiu a meritocracia na educação. Isso significou uma gradativa responsabilização do professor e da escola pelos resultados obtidos, cabendo à Secretaria, o gerenciamento do sistema, estabelecendo as metas que devem ser alcançadas.

Nesta lógica o aluno deixa de ser um sujeito, um cidadão, e se transforma em consumidor de um produto.

Em cada escola estadual há uma placa indicando a nota da escola no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), como medidor do trabalho dos profissionais da educação.

Com esta política, o Estado deixou de tratar a educação como direito, como política pública. E se tornou gerenciador de indicadores externos de qualidade.

Neste contexto se justificaria uma remuneração variável proposta pelo candidato Aécio Neves.

Aqui em Minas, de acordo com o governo estadual, a qualidade em escolas pode ser diferente, já que as crianças têm acesso a níveis diferentes de qualidade.

As melhores serão reconhecidas. E as escolas que não apresentam o desempenho satisfatório, passam a ficar à margem do sistema.

Ao longo dos últimos 12 anos não foi feito nenhum planejamento para atendimento diferenciado às escolas que apresentaram baixos indicadores.

Na ideia da eficiência que o Estado deve ter, alguém deve estar pensando que está correto, que não se deve valorizar o que está ruim. Mas isso dá certo numa empresa onde executivos disputam as melhores colocações, o empresário pior classificado não trará prejuízo a ninguém.

Uma escola com problemas de qualidade é a negação do direito à educação. E se fosse para ser um produto a ser consumido, não seria um direito, e não seria pública.

Outra característica do modelo de gestão implantado em Minas é a responsabilização do professor e da escola por seus resultados, desconsiderando as condições de estrutura da escola, como é constituído o seu coletivo de profissionais.

Aqui em Minas temos problemas estruturais nas escolas, professores são obrigados a trabalharem disciplinas sem terem formação e os projetos pedagógicos não são discutidos.

Neste modelo, o professor se torna o único responsável pelo sucesso ou fracasso do aluno, mesmo que o educador não tenha como alterar as condições da escola que ele e o aluno estão vivendo.

O professor é tratado como um executor de aulas, que não tem que ser ouvido na definição de políticas e não tem condições para acompanhar o processo de aprendizagem dos seus alunos.

Esta política destruiu a carreira e a perspectiva de futuro dos educadores mineiros. E apresenta muitas contradições:

– o prêmio por produtividade foi uma forma de substituir a valorizar do salário por até um salário a mais por ano. No entanto, o prêmio de 2012 foi pago em 2014 e o de 2013 não tem previsão de pagamento;

– os aposentados, para o governo mineiro, não “produzem”. Portanto, amargam aposentadorias com vencimento básico inferior ao salário mínimo;

– quando o Aécio Neves, em 2003, fez a reforma administrativa, retirou vantagens relacionadas ao tempo de serviço e prometeu o adicional de desempenho, que nunca foi pago a nenhum profissional da educação;

– os professores da rede estadual não recebem vale-transporte para trabalhar. No interior do Estado muitos dependem de carona para se deslocarem até a escola. E são proibidos de comer a merenda da escola.

– não há recomposição salarial na data-base do servidor, nem mesmo da inflação.

Os atuais indicadores de qualidade, de acesso e permanência na escola em Minas demonstram que a meritocracia não é alternativa para uma educação de qualidade.

*Beatriz Cerqueira é Coordenadora-geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) e presidenta da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG)

Leia também:

Marco Rolim, da Rede: Votar em Dilma “para evitar o pior”

O post Beatriz Cerqueira: Em Minas Gerais, Aécio transformou aluno em “consumidor” de educação apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

O PERIGO DA ASSOCIAÇÃO DE PODER COM AS DROGAS

O PERIGO DA ASSOCIAÇÃO DE PODER COM AS DROGAS

Hitler era viciado na droga de ‘Breaking Bad’, diz estudo
Ditador era um hipocondríaco que tomava regularmente 74 medicamentos diferentes. Entre eles, a “metanfetamina cristal”
 
O Ditador Adolf Hitler era um usuário regular da droga conhecida como “metanfetamina cristal”, uma das substâncias ilegais mais viciantes do mundo. A droga e seus efeitos ficaram conhecidos mundialmente pela série de TV Breaking Bad. As informações são do Daily Mail.
 
Segundo a publicação, um estudo de 47 páginas divulgado pela Inteligência Militar dos EUA revela que Hitler era um hipocondríaco que tomava regularmente 74 medicamentos diferentes. Entre eles, a “metanfetamina cristal”. 
 
Essa droga é conhecida por causar sentimentos de euforia nos viciados. Entre os militares, a substância é usada para combater a fadiga. O estudo revela que Hitler teria usado a droga antes de se reunir com Mussolini, em 1943, quando falou por duas horas, sem parar.
 
SAIBA MAIS
 
Além de falar sobre as drogas utilizadas pelo ditador, o documento americano também desmascara duas lendas a respeito de Hitler: segundo o estudo, ele não era gay – como é sugerido historicamente – e ele não sofreu um acidente de guerra envolvendo seus testículos – lenda que foi bastante popular na época da Segunda Guerra.
 
FONTE:

nomadruss in words and photos

photographer, wilderness guide, adventurer

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

ROSEBUD - Arts, Critique, Journalism

A Multilingual Magazine - Rivista multilingue di politica, satira e attualità

A W E S T R U C K _W A N D E R E R

"We did not weave the web of life, we are merely strands in it. Whatever we do to the web we do to ourselves.” ― Chief Seattle. Awestruck Wanderer is written and edited by Eduardo Carli de Moraes, journalist, philosopher and musician. Write to me: awestruckwanderer@gmail.com. Cheers, fellow earthlings!

music clip of the day

jazz/blues/rock/classical/gospel/more

Herman van Bon Photography

Fine Art Photography, Napier, South Africa.

Ghardaia

Pictures, Music , Films, Illustration

Diálogos Políticos

Você sempre bem informado(a)

Ficha Corrida

... MáfioMidiático!

Aurora de Cinema Blog

Porque o Cinema é a Música dos Meus Olhos

THE DARK SIDE OF THE MOON...

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

ONGDOHUMOR --- by Pec

site de humor mordaz e satírico.

Universidade, Ciência e Ambiente

Notas e entrelinhas sobre ensino superior, pesquisa e política ambiental

Bibliot3ca FERNANDO PESSOA

Acervo doado pelo Editor-Chefe J.Filardo - Bibliotecário

YouArts

All Arts

SHIMA HOUSE

γνῶθι σεαυτόν

Diary of Dennis

Photography, Technology, PC Gaming, Tutorials

agroesdras

Smile! You’re at the best WordPress.com site ever

Blog de Vi Meirim

Photos and Texts. Tha's all.

Glamour E Cia.

É um Blog Diferenciado, Que aborda vários Temas...

Man's best friends

Only dogs will love you more than themselves

Brasdangola Blogue

Política, Direitos Humanos e Cultura Geral.

Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

GLÁUCIA SEM COMENTÁRIOS

Just another WordPress.com weblog

cosmopista

rastros de percursos em curso

Blog do Flavio Siqueira

A vida tem muitos sentidos

Raiz Africana

"A face de Deus há de ser pertubadora... pois nela encerram-se os mistérios do Universo" - Trecho do Filme "Cafundó"

carmattos

blog de Carlos Alberto Mattos

blog da kikacastro

Para leitores pensantes.

Márcia Almeida e você....

"Pensamentos...mensagens para você que procura inspiração a cada dia que passa."

Psicóloga Rosirene Tobias Branco Fonseca

Psicoterapia psicologia atendimento textos e afins.

COPACABANA EM FOCO

UM BAIRRO POPULAR

Você Antenada

Moda, Beleza, Culinária, Livros e Muito Mais !

A Arte Que Me Move

Márcia Tondello

escamandro

poesia tradução crítica

Sopa de Letras

Literatura e outros

Hum Historiador

O cotidiano através de suas lentes.

Blog do @Porra_Serra_

Twitter @Porra_Serra_